"Septivium" designava, durante a Idade Média, a totalidade das artes liberais.Constituído pelo "Trivium" e pelo "Quadrivium".Implica que nenhum assunto será vedado.Relembra também as nossas raízes Cristãs.

03
Nov 09

 

Para começar acho...irónico, na falta de melhor palavra, ler, naquilo que era uma revista conservadora, uma certa empatia pelo "pós-modernismo".

 

Nas palavras de Frank Tipler...

"Os jornais estão cheios de afirmações absurdas feitas por professores de Humanidades e Ciências Sociais das universidades de elite, justificando totalmente a afirmação de George Orwell de que algumas ideias são tão estúpidas de que só um intelectual poderia acreditar nelas. A irracionalidade no campo das Humanidades é frequentemente designada pós-modernismo."

 

É isto que aqui se trata? Uma apologia da irrazão? Ou, pior, a sua equiparação à Religião? Dawkins não diria melhor...

 

E a segunda parte? A mentira útil aplicada à religião? A sua redução ao sentimento? À sua utiliade social? Ou uma forma de "Dupla Verdade"? (Que, já agora, nunca realmente existiu, nemem Siger de Brabante.)

 

Lamento muito, mas tal caricatura nunca me arrancaria dos lençois ao domingo de manhã. Desde os seus primórdios que o Cristianismo não deixou de recorrer ao pensamento, à razão, equiparando-se inclusivamente à verdadeira filosofia. Desde Justino ou Orígenes, passando pelos Capadócios e Agostinho, até chegar a Alberto ou Aquino.

 

Inclusivamente a ideia de que o evolucionismo "Rejeita uma ideia de intencionalidade biológica em prol de funcionalidade física" não é pacífica. Se o autor se refere ao facto do evolucionsmo refutar as concepções mais ingéncuas de "Design", é verdade. Mas isso não implica uma visão secularista do mundo. Apenas que a realidade, e Deus, são sempre mais subtis e inventivos do que supomos.

Se pretenderá que qualquer forma de causalidade final é negada, também é falso. Em "The Antropic Cosmologial Principle", Barrow e Tipler relatam a longa hstória da formulação de princípios de acção na ciência. De Maupertius a Euler ou Leibniz. E mesmo no presente, na formulação da mecânica quântica de Feynman (a "soma de todas as histórias").

 

(cont.)

publicado por J às 11:53

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO